Agenda Mulher capacita e empodera


Programa lançado pela vice-governadora Jaqueline Moraes engloba 19 projetos e já transforma a vida das mulheres por meio do empreendedorismo emocional, social e produtivo.

O programa Agenda Mulher, lançado pela vice-governadora Jaqueline Moraes, já tem ações sendo desenvolvidas junto a centenas de mulheres na Grande Vitória e interior do Espírito Santo, com o objetivo de empoderar e dar visibilidade às mulheres por meio do empreendedorismo.

Um exemplo é a capacitação de 380 mulheres em dois workshops “Ela Pode”, realizados no Centro Estadual de Educação Técnica (Ceet) Vasco Coutinho, em Vila Velha. Esse treinamento trabalha liderança, marca pessoal, ferramentas digitais e gestão financeira. A ideia é que as mulheres já saiam com condições de aplicar o conteúdo na prática, como a montagem de uma loja virtual e produção de boas fotos dos seus produtos.

O município de Ibatiba também já aderiu ao Agenda Mulher, lançando o “Ibatiba Delas: Lugar de Mulher é Onde Ela Sonhar”, e iniciou o agendamento de diversas capacitações para as moradoras locais. Inicialmente, serão ofertadas 300 vagas no workshop “Ela Pode”. Outros municípios programam a adesão.

Também já foi realizada uma oficina “Tirando as Ideias do Papel”, que é a segunda etapa da formação. O próximo passo é a feira de empreendedorismo, a partir da maturidade das mulheres no projeto, voltada para as que já são empreendedoras ou que querem empreender. Na área de programação e robótica, o “Corte de Lovelace”, projeto do Ifes desenvolvido em escolas estaduais, está em mais cinco colégios para capacitar as estudantes.


Assinatura do programa que prevê ações integradas entre secretarias de Estado e entidades para promover o empreendedorismo feminino (Hélio Filho/Secom)

O PROGRAMA

São trabalhadas três linhas de empreendedorismo dentro das iniciativas do Agenda Mulher: emocional, social e produtivo. A mulher pode não ter um negócio próprio, mas consegue se fortalecer por meio do autoconhecimento e vislumbrar novos caminhos. “O plano tem eixos que focam na autonomia financeira das mulheres, pois ter essa independência é fundamental para que elas consigam denunciar caso sejam agredidas”, explicou o governador Renato Casagrande.

De acordo com Jaqueline, o desafio é impactar mais de 25 mil mulheres em todo o Estado.

“É privado para muitas mulheres o acesso a conteúdo, cursos, palestras e outros serviços que venham realmente ao encontro de suas necessidades. As mulheres são invisibilizadas nas políticas, nas empresas e, para mim, nós chegamos aonde chegamos pelo nosso trabalho, nossa competência e nossa resistência. Precisamos continuar resistindo”, afirmou a vice-governadora.

São ao todo 19 projetos, com diversas ações integradas com secretarias de Estado e entidades como Instituto das Pretas, Instituto Rede Mulher Empreendedora e OAB/ES.

Entre as iniciativas, estão rodas de conversa; palestras; oficinas de design de produto, para mulheres que já empreendem em alguma atividade de artesanato potencializarem seus negócios; o “Diálogos em Rede”, desenvolvimento institucional do terceiro setor; o “D’Elas”, em parceria com a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes); o “Linha de Crédito para Mulheres”, em parceria com o Banestes; o “Ela no Campo e na Pesca”, voltado para as moradoras das áreas rurais; e o “EmPENHAdas”, para mulheres vítimas de violência.

COMO PARTICIPAR

O programa é voltado para todas as mulheres no Espírito Santo, independente de classe social ou nível de formação, com capacitações básicas, intermediárias e avançadas. O foco é definido de acordo com a demanda solicitada pelo município ou comunidade.

“É um programa inovador e amplo, que estamos consolidando aos poucos, com muito cuidado. Nossa ideia é criar uma engrenagem para que as mulheres tenham sempre uma atividade sendo desenvolvida, que faça com que elas se envolvam e potencializem suas habilidades e competências”, explicou Mara Ney, gestora de projetos da Vice-Governadoria e do Agenda mulher na Vice-Governadoria.

O Agenda Mulher vai ganhar um portal exclusivo, que está sendo desenvolvido em parceria com o Prodest e deve ser lançado ainda este ano. Enquanto isso, todas as ações do programa podem ser conferidas no endereço: www.es.gov.br.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.