Contrato digital agiliza compra de imóveis


Morar é a primeira construtora no Estado a oferecer a assinatura digital dos contratos para todas as vendas. Economia de tempo para os clientes é de, em média, uma semana.

“Seu contrato está pronto. Quando pode vir assiná-lo?” Essa pergunta não faz mais parte do processo de compra de um imóvel para os clientes da Morar, primeira construtora no Espírito Santo a oferecer a assinatura digital dos contratos em todas as vendas. O processo, que demorava em média uma semana, caiu para poucas horas.

A agilidade está em substituir a necessidade de agendamento presencial, a “canetada” em aproximadamente 180 páginas – considerando as três vias do documento impresso – e a autenticação de firma em cartório por apenas um clique.

“Já tínhamos processos muito automatizados na venda do apartamento de forma bem intuitiva, facilitando a vida do cliente, mas na hora de assinar o contrato ainda era com várias e várias folhas de papel. Se já é possível concluir uma transação digitalmente em outros segmentos, por que não também para um imóvel? Os ganhos com o contrato digital são inúmeros, tanto para o cliente quanto para a empresa, em termos de agilidade, comodidade e segurança”, disse Filippe Vieira, gerente geral comercial da Morar.


Leia também: Projeto de dessalinização de água da ArcelorMittal Tubarão é premiado


Agora, o contrato é assinado digitalmente pela empresa e pelo corretor, como testemunha. Logo em seguida, é encaminhado para o e-mail do cliente, que pode lê-lo na hora mais conveniente, tirar as dúvidas por telefone ou e-mail e apenas clicar em um link.

SEGURANÇA

Além a sustentabilidade, com a economia de papel e tinta ao deixar de imprimir aproximadamente 18 mil folhas por mês, o processo digital é mais seguro do que a assinatura em caneta, que pode facilmente ser falsificada.

Os contratos digitais têm validade jurídica e todo o processo é criptografado e transferido sem interceptações, ficando o documento digital devidamente autenticado.

“Ao clicar na assinatura, todas as informações são registradas, como número do IP, horário, local (latitude e longitude) e qual a máquina utilizada. É muito mais confiável do que a assinatura física”, explicou Filippe.

Os contratos digitais facilitam a gestão de documentos da empresa, além da vantagem para o cliente de ficar armazenado em nuvem, sem o risco de se perder ou ser danificado pela ação do tempo.

O próximo passo de automação planejado pela construtora é no atendimento inicial. “Até o final do ano, o primeiro atendimento a um cliente será todo feito por um bot, que irá iniciar a conversa, tirar as principais dúvidas e só depois encaminhar a pessoa para um corretor ou um agendamento de visita. O interessado em um imóvel vai poder ter as primeiras informações a qualquer hora do dia, seja final de semana ou feriado”, antecipou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *