Gekom cria multiplataforma para gerir abastecimento de combustível


Sistema alerta sobre gastos excessivos e controla abastecimento da frota. Aplicativo voltado para pessoas físicas deve ser lançado no segundo semestre.

Se abastecer um carro já sai caro para o bolso do consumidor comum, que dirá para empresas com frotas inteiras para manter rodando. Em companhias de grande demanda, os gastos podem alcançar altas cifras. Laércio Figueiredo, fundador e CEO da Gekom, conta que, depois de trabalhar como gerente de tecnologia numa empresa cujos gastos com combustível passavam de R$ 1 milhão por mês, percebeu o quanto uma melhor gestão do abastecimento poderia ajudar nos negócios.

“Fui morar e trabalhar fora do Brasil, em grandes obras, e constatei que os controles de abastecimento eram todos feitos da mesma forma: no papel. A gestão é muito arcaica e facilita até desvios de combustível. Inventei essa solução quando voltei para o Brasil, há cinco anos. Voltei na empresa onde trabalhei e continuava tudo do mesmo jeito. Aí eu vendi a solução antes de ela existir, me pagaram para desenvolver um sistema que ajudasse na gestão do combustível”, ressalta Figueiredo.

Novas necessidades foram surgindo e Laércio começou a melhorar o sistema e dar mais funcionalidades à plataforma. Atualmente, os serviços são oferecidos para abastecimento de máquinas e equipamentos e em postos de combustível. O Gekom Comboio, voltado para a gestão de abastecimento de equipamentos e maquinários no campo ou em obras, funciona com o lançamento dos abastecimentos na plataforma e um controle que impede pessoas de burlarem o sistema.

“Quem envia e quem recebe o combustível têm que assinar, colocar uma senha. A média do equipamento também é analisada. Quando há algo suspeito, barramos na hora. Quando há algo que foge um pouco da curva, o gestor recebe um alarme para conferir o que aconteceu”, explica.

No Gekom Posto, o sistema controla abastecimentos da frota analisada nos postos de combustível. A ferramenta funciona entre postos de redes diferentes e permite negociar descontos. As autorizações são dadas apenas quando os dados inseridos no sistema são consistentes. Se houver dados inconsistentes, o usuário é barrado. Se o consumo fica alto demais, o gestor é alarmado.

Tudo isso funciona por meio de uma plataforma web em que as informações das empresas são inseridas e cadastradas, e podem ser acessadas com login e senha. Existem quatro aplicativos que são auxiliares na solução: um para o abastecimento de máquinas, outro para o posto utilizar, um para o motorista e outro para os gestores. Por enquanto o sistema está disponível apenas para pessoas jurídicas.

A startup avança agora para o atendimento à pessoa física, e já está desenvolvendo uma solução para alcançar o consumidor final.

“O consumidor geralmente não quer fazer gestão dos gastos, mas quer economia, quer saber onde encontrar o preço melhor, onde há ofertas. Os postos de gasolina querem divulgar benefícios para essas pessoas, mas não existe uma plataforma para fazer isso. Vamos criar esse ambiente para que os postos coloquem lá suas ofertas e serviços, e os usuários consultem todos esses postos perto de sua casa, perto do trabalho ou no caminho entre um e outro”, revela o CEO.

A tecnologia pode ser usada também por pequenos negócios, que apesar de terem poucos veículos, querem baixar os custos ao comprar. A previsão da Gekom é de que o novo aplicativo voltado para pessoas físicas seja lançado no segundo semestre deste ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *