Plataforma reúne orientações para empreendedores em tempos de pandemia


Iniciativa do Sebrae/ES traz consultorias, cursos e conteúdos gratuitos, além de um mapa com pontos de comércio na vizinhança

A pandemia da Covid-19 chegou com força em março deste ano, e logo mostrou que impactaria fortemente no funcionamento das micro e pequenas empresas capixabas. O Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae/ES) reagiu prontamente, e, em busca de alternativas que mostrassem novos caminhos ao pequeno empreendedor, lançou a plataforma Por Onde Começar, com uma série de soluções digitais gratuitas. Foram mais de 30 mil acessos, desde seu lançamento, na segunda quinzena de março.

“Estamos tomando todas as providências para que nossos parceiros MEI, micro e pequenos empreendedores tenham toda a assistência possível para enfrentar esse momento difícil que estamos atravessando. Queremos criar uma rede de ajuda mútua e troca de informações”, afirma o superintendente do Sebrae/ES, Pedro Rigo. A plataforma tem como missão oferecer, num ponto único, o máximo de informações e ferramentas para ajudar o empreendedor a enfrentar os impactos da pandemia.

Como forma de atender às demandas mais urgentes dos empresários neste período de crise, o Sebrae criou um Grupo de Trabalho de Soluções Digitais. “Considerando toda a força que o Sebrae tem para viabilizar as soluções mais ágeis para atender os clientes empresários, criamos esse grupo com especialistas de várias áreas, para que analisem demandas e indiquem soluções. Desenvolvemos o portal Por Onde Começar onde concentramos a maior parte das iniciativas. Por lá temos mais de 40 consultorias digitais gratuitas, 29 ebooks, vídeos e um mapa para o empresário colocar sua loja”, pontua a gerente de produtos e credenciados do Sebrae/ES, Marceliy Bridi.

Uma das ações de destaque do grupo foi a criação de um espaço virtual para que os feirantes divulguem seus produtos e serviços. Com as medidas de isolamento social em vigor para conter o avanço do coronavírus, o Sebrae somou à plataforma Por Onde Começar uma outra iniciativa, a Feira na Internet. A proposta é colaborar para que o feirante mantenha seu pequeno negócio funcionando de maneira remota e segura para a saúde de todos.

Na mesma linha de fortalecimento à economia local, a Por Onde Começar disponibiliza um mapa com estabelecimentos prontos para atender no bairro onde o usuário está. Para participar da construção desse mapa colaborativo de serviços, o usuário faz um post em sua rede social com a indicação de um estabelecimento, e marca a hashtag #PorOndeComeçar. A plataforma busca as informações por meio da hashtag e o endereço é cadastrado. Feito isso, o estabelecimento passa a figurar no mapa da plataforma com endereço e telefone a um clique.


R$ 10 milhões em consultorias

Além de ter intensificado a abordagem de atendimento remoto e criado a plataforma de apoio do portal Por Onde Começar, o Sebrae/ES tem feito um mapeamento dos impactos nos diversos setores da economia nesta crise. A instituição vem atuando junto ao Governo do Estado, a Agência de Desenvolvimento das Micro e Pequenas Empresas e do Empreendedorismo (Aderes), Federação das Indústrias do Espírito Santo (Findes), Sebrae Nacional, instituições financeiras, dentre outros, unindo forças para buscar alternativas que contribuam para a manutenção dos pequenos negócios.

Depois de analisar dados sobre os segmentos da economia mais afetados pelas restrições de funcionamento exigidas pelo distanciamento, o Sebrae/ES decidiu aportar R$ 10 milhões em consultorias gratuitas para áreas do varejo, beleza, moda, restaurantes, entre outras. “Estamos disponibilizando, de forma totalmente gratuita, consultorias que custariam entre R$ 140 e R$ 8 mil. O Sebrae/ES está oferecendo R$ 10 milhões em consultorias para alcançar aqueles que precisam de direcionamento em seus negócios durante este momento tão difícil. Agora é preciso inovar e se programar para o que vem adiante”, salienta o superintendente.

Com forte direcionamento para tecnologia, as consultorias podem ser escolhidas pelos empreendedores conforme suas necessidades. É preciso ter CNPJ para usufruir do serviço. Por meio das consultorias tecnológicas, os interessados terão, gratuitamente, suporte para cuidar da identidade visual, presença digital, implantação de e-commerce e marca (branding) de seus negócios.

As soluções para os pequenos negócios incluem artes para divulgação via Whatsapp, para padronização no Facebook e criação de cardápio virtual. O objetivo principal é auxiliar o empreendedor que não sabe como criar layouts a expandir a divulgação do seu negócio no meio digital, tarefa essencial neste momento de crise, que pede mudanças na forma de oferecer produtos e serviços. As consultorias podem ser acessadas no Por Onde Começar, assim como os canais de interação Fale com o Sebrae, que funciona das 8h às 18h; e seu novo Whatsapp Business via tinyurl.com/whatsappsebraees, das 8h às 18h.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *