Unimed Vitória lança movimento contra fake news


A proliferação de fake news vem ganhando proporções cada vez maiores durante a pandemia. Para conscientizar e orientar a sociedade sobre seus malefícios, a Unimed Vitória lançou no dia 3 deste mês, Dia Nacional de Combate às Fake News, o movimento #LivredeMentiras.

“Uma notícia falsa por si só pode causar transtornos à vida das pessoas, imagine quando envolve dados incorretos sobre a saúde, por exemplo. Nós precisamos combater as fake news. Não podemos repassar um conteúdo sem a confirmação de que é verdadeiro. Informações de fontes comprovadamente confiáveis podem salvar vidas nesses dias críticos que vivemos”, alerta o diretor-presidente da Unimed Vitória, Fernando Ronchi.

A ideia é desmistificar o termo e deixar claro para a sociedade que, segundo o diretor-presidente, cada vez que uma fake news é passada à frente, deixamos de ajudar àqueles que estão próximos de nós:

“Quando o cidadão consome notícias que trazem inverdades, muitas vezes inocentemente ele passa adiante mentiras, e, em vez de ajudar a família, os amigos, os grupos com os quais convive, ele compartilha desinformação”.

Orientações

Com vídeos e peças falando sobre notícias falsas da área da Saúde, a campanha também trará orientações sobre como conferir a veracidade de uma notícia antes de compartilhá-la. Segundo a Unimed Vitória, o momento é propício para mostrar a importância da checagem dos fatos, já que estamos consumindo, cada dia mais, um grande volume de informações.


Apoio e participação

O movimento da Unimed Vitória conta com o apoio da Associação Brasileira de Comunicação Empresarial (Aberje), que também tem feito esforços para colocar o assunto em pauta. “As grandes empresas do país têm discutido muito sobre o tema e planejam um esforço coletivo de combate às fake news. Sensibilizar toda a população é o primeiro passo. Precisamos despertar o senso crítico e a alfabetização digital, armas importantes para detectar informações falsas. Essas ações precisam partir das empresas, da grande imprensa, dos professores, da família, de todos os lados”, ressalta o diretor do Capítulo Aberje Espírito Santo e gerente de Comunicação da Unimed Vitória, Breno Arêas.

O movimento de combate às fake news conta com a participação da Unimed Federação ES e das demais Unimeds do Estado: Sul Capixaba, Noroeste, Norte e Piraqueaçu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *